Produto

22/08/2017 Governo estuda mudanças no REINTEGRA.
Acompanhe as decisões do governo.

Em discurso para empresários do setor da siderurgia, o presidente Michel Temer afirmou dia 22/08/2017, que o governo estuda modificações no programa Reintegra, que permite a restituição a exportadores de parte dos tributos pagos antecipadamente. Segundo Temer, a medida tem como objetivo estimular o setor, afetado pelo excesso de demanda, principalmente em virtude da grande produção chinesa.

“Diante do desafio do momento atual, quero assegurar a cada um dos senhores e das senhoras que somos sensíveis a esses desafios e me refiro aqui à questão do Reintegra”, discursou Temer.

Atualmente, a alíquota do programa está em 2%. “As dificuldades atuais são muitas, e a primeira ideia era eliminar os 2%, e a ideia que permaneceu foi de manter nos 2%. Mas, ainda agora, conversando com os dirigentes do setor do aço, estamos ajustando uma conversa de todos com a área econômica do governo para verificar ainda se é possível uma modificação em face de tudo aqui que foi dito”, acrescentou o presidente durante a abertura do 28º Congresso Aço Brasil, em Brasília.

Temer, que viaja à China em setembro, disse que pretende conversar sobre o tema com o governo chinês. “Vou à China e carregarei na minha bagagem e nas minhas fichas a manifestação e preocupação que ouvi aqui. Evidentemente levarei essa preocupação porque a ação internacional da China, que é um parceiro comercial importante, não pode, naturalmente, nos prejudicar.”

"Conheça o GECEX. Gere o arquivo do REINTEGRA de forma segura e fácil."